Publicidade

Publicidade

sábado, 6 de abril de 2019

Apps de namoro são mais populares entre pessoas com mais de 35 anos


Conheça apps que vão além do Tinder
  • happn – O aplicativo segue um sistema semelhante ao do Tinder na hora de escolher se alguém é atraente ou não. Seu diferencial é que o Happn usa a geolocalização para dar sugestões de match. Na prática, o usuário se conecta com sua conta do Facebook e sempre que ele cruzar com uma pessoa na vida real que possui o app, ela aparecerá imediatamente na tela. Dá para determinar preferências, como gênero e idade. Está disponível para Android (https://goo.gl/yj8mw7) e iOS (https://goo.gl/7zYatk). 

  • Meu Patrocínio (www.meupatrocinio.com) – O Meu Patrocínio é referência em relacionamento Sugar no Brasil. Isso é, ele une homens maduros – os Sugar Daddys – e jovens atraentes – as Sugar Babies – em compromissos cheios de dinheiro, experiências luxuosas e mudança de estilo de vida. A proposta do site é que o casal mantenha uma relação transparente quanto aos seus interesses pessoais e financeiros para com o parceiro. 

  • Bumble – Bem parecido com o Tinder, o aplicativo conecta pessoas que estão próximas e é necessário que os dois lados estejam interessados para que um vínculo seja estabelecido. O pulo do gato é que ele usa a tática do Snapchat de autodestruição, no qual a conexão expira se não ocorrer um contato em apenas 24 horas. E o mais curioso: são as mulheres que devem dar o primeiro passo. Está disponível para Android (https://goo.gl/Z21aCs) e iOS (https://goo.gl/B5C86j). 

  • AdoteUmCara – É um aplicativo de paquera com um propósito diferente: as mulheres estão no comando. Na prática, elas veem as opções disponíveis e decidem com quem quer conversar. As garotas podem achar seus pares pela localização, por uma busca detalhada ou por hashtags, como #barbudo, #pagadegatinho e #boêmio. Disponível para Android (https://goo.gl/VzLgAX) e iOS (https://goo.gl/gfVhnY), o app é gratuito para as meninas, mas possui funcionalidades pagas para os garotos. 

  • Lili Fox – Este aplicativo para Android (https://goo.gl/pF1mjY) e iOS (https://goo.gl/xz8Fbr) é bem parecido com o Tinder. Na tela, aparecem as pessoas próximas a você. A diferença é que não dá para indicar diretamente se a sugestão te agradou. É necessário adivinhar um interesse escolhido pelo usuário dentre três opções para revelar o perfil. O interessante é que as mulheres possuem bem mais poder no Lili Fox. São elas quem determinam se o bate-papo irá abrir ou não. 

  • Kickoff – O Tinder para relacionamento sério. Assim é definido o Kickoff. Mais seletivo, o aplicativo prioriza a qualidade dos perfis. Apenas pessoas que tenham conexão com seu círculo social são apresentadas. E há um número limite de sugestões por dia, então, se você recusar todas, terá que esperar até o dia seguinte para ver novas pessoas. Vale lembrar que apenas se o interesse for mútuo um bate-papo é aberto. Está disponível para Android (https://goo.gl/paGByq) e iOS (https://goo.gl/EsfjGc). 

  • Fresh – Este é um aplicativo criado pelo Match Group, a mesma empresa do Tinder. Embora também tenha o objetivo de unir casais como seu irmão mais velho, o software se espelha em dois concorrentes: happn e Snapchat. Sua proposta é que o usuário tire uma selfie por dia. Caso não renove a foto em 24 horas, seu perfil é jogado para o fim da fila de pretendes. Está disponível para Android (https://goo.gl/ypo3AE) e iOS (https://goo.gl/tNE4oX). 

  • Hot or Not – Disponível para Android (https://goo.gl/JUdzPg) e iOS (https://goo.gl/ZSzSVs), o aplicativo é uma mistura de Tinder com Lulu – aquele programa em que as mulheres davam notas aos homens. Isso porque, além de conversar e dizer se você gostou ou não de alguém, é possível dar nota pela beleza das pessoas. O único problema é que você tem que alimentar o app com fotos constantemente, caso contrário, as imagens de usuários, sua pontuação e outras características ficam ocultas. 

  • Deeper – Na contramão dos aplicativos de paquera que existem no mercado, o Deeper acredita que a compatibilidade deve ir além das aparências. Tanto é que oferece aos usuários a opção de conversar sem ter suas fotos totalmente reveladas. As imagens de perfil ficam borradas e só são mostradas se a pessoa decidir que quer liberá-las após o bate-papo. Está disponível para Android (https://goo.gl/nacaQu) e iOS (https://goo.gl/y3AzxZ). 

  • Nerd Spell – Muito além de encontrar quem está próximo a você, este aplicativo de namoro reúne usuários que curtem cultura pop. O programa é uma mistura de Tinder com jogo RPG. Na prática, em vez de clicar em um “coração”, o usuário deve lançar feitiços para conquistar seu player 2. Está disponível para Android (https://goo.gl/MhyDPK) e iOS (https://goo.gl/zPtEJA).]
  • Poppin – Este aplicativo para Android (https://goo.gl/8JxZ2H) e iOS (https://goo.gl/Voge1m) segue a característica do Tinder de conectar pessoas por meio de “matches”, mas seu diferencial é que o programa não faz sugestões aleatórias. O Poppin usa os eventos que você confirmou no Facebook e mostra apenas quem também vai comparecer na mesma festa ou balada. E mais: caso não tenha nada confirmado, o próprio app sugere uma série de eventos próximos ao usuário. 

  • Hater – Enquanto os aplicativos de namoro mostram interesses em comum que você possui com possíveis pretendes, o Hater tem a intenção de unir quem odeia as mesmas coisas. E os gostos vão desde o ator Shia LaBeouf até andar devagar pela calçada. Com mais de 3 mil assuntos que podem servir para quebrar o gelo na hora de conversar com seus matches, o app está disponível para Android (https://goo.gl/8DWeJ9) e iOS (https://goo.gl/MSntZs). Vale ressaltar que está em inglês. 
Fonte : MSN

sexta-feira, 8 de março de 2019

A ditadura da beleza magra acabou! A moda agora é assumir as curvas



A ditadura da beleza magra acabou! A moda agora é assumir as curvas


Na maioria das vezes vemos os rankings das mulheres mais lindas, onde encontramos apenas aquelas modelos magérrimas, nos esquecendo assim que, beleza e sensualidade não tem a ver apenas com estar dentro dos padrões de beleza.
Que indústria da moda ainda é cruel com quem foge dos padrões impostos por ela – um biótipo magro e alto –, não há dúvidas! Porém, surpreendentemente, a Semana de Moda de Nova York, que apresentou a coleção de outono/inverno de diversas marcas badaladas, contou com o maior número de modelos curvilíneas já visto.
Outro dia assistimos a esta relevante reportagem e decidimos buscá-la no Youtube para compartilhar com vocês. Vale muito a pena assisti-la até o fim. Confira as modelos curvilíneas que não só brilham nas passarelas como também mandam um recado importante para o mundo:


Fonte : Portal Raizes

Veja também : Lingerie GG

sábado, 21 de julho de 2018

NOVAS MÚSICAS - NOVA PROGRAMAÇÃO - TUDO NOVO

TOP HITS
AO VIVO NO MOTEL 
COM NOVIDADES



Músicas e frases românticas para você curtir com seu amor com muitas novidades chegando

com Didja

Todos os dias das 0:00 hs às 04:00 hs e 13:00 hs às 14:00 hs

visite também a Loja do Motel (em breve com novidades) e acompanhe nossa página no Facebook 

#Somos todos Ao Vivo no Motel
#Muito prazer 

sábado, 24 de fevereiro de 2018

7 Fatos que provam a importância do cheiro para o amor e o sexo

Getty Images



O cheiro de uma pessoa é uma parte importantíssima das primeiras impressões que são formadas a respeito delaImagem: Getty Images



Heloísa Noronha
Colaboração para o UOL
24/02/2018 04h00

A visão e o tato são, em geral, os sentidos que primeiro vêm à nossa mente quando o assunto é sexo. Mas o olfato não só é capaz de direcionar as nossas preferências e escolhas no assunto, como ainda é o responsável por imprimir na nossa memória –às vezes, para sempre– o cheiro marcante de alguém.
O fenômeno acontece porque temos mais de 25 milhões de células olfativas capazes de captar os mais diversos odores. E, conforme a ciência já comprovou, cerca de 90% do que retemos das informações é por meio do olfato. Outros dados provam que esse sentido, ainda mais potente nos animais, tem tudo a ver com relações afetivas.

Veja também:

1 - Todo odor provoca um sentimento

E um efeito no organismo. O leque de possibilidades é vasto: nojo, repulsa, fome, saudade, atração, tesão…

2 - O cheiro dá pistas sobre as pessoas

Recentemente, pesquisadores britânicos e poloneses realizaram testes sobre como os sentidos influenciam na hora de escolher o par ideal. Segundo os estudos, divulgados no periódico “Frontiers in Psychology”, o cheiro de uma pessoa é uma parte importantíssima das primeiras impressões que são formadas a respeito dela, além de revelar pistas sobre idade, saúde, personalidade e até fertilidade.

3 - Aromas “formam” casais que combinam

Duvida? Pois saiba que o olfato é capaz de detectar um grupo de genes chamados de MHC (Complexo de Histocompatibilidade Principal, na sigla em inglês), presentes em todos os mamíferos. Eles regulam o sistema imunológico e atuam na rejeição de tecidos.
Sabe-se que, quanto mais semelhante for o MHC do casal, maior a chance de haver rejeição do feto durante a gravidez e maior intervalo entre os nascimentos.
O MHC é uma espécie de “impressão digital olfativa”, que influencia o reconhecimento individual e/ou as preferências de ligação em animais e humanos.
Um estudo clássico fez com que mulheres cheirassem camisetas suadas (sem perfume ou desodorante) de homens e, depois, escolhessem a que continha o odor mais sensual.
As escolhas recaíram sobre as camisetas dos homens que tinham o sistema imunológico (MHC) mais diferente, porém compatível e disposto a gerar filhos com “bons genes”, mais seguramente.

4 – Mulheres se importam mais com odores

De acordo com um estudo da psicóloga Marlise Hofer, publicado no “Journal of Personality and Social Psychology”, mesmo que o parceiro não esteja por perto, sentir o cheiro dele faz com que os níveis de ansiedade diminuam. Como?
Quando a mulher aspira uma peça de roupa do amado, o aroma leva a uma redução na concentração de cortisol (hormônio relacionado ao estresse) no organismo, fazendo com quem ela se sinta mais calma.

5 – Feromônios, famosos, mas sem comprovação

Embora algumas pesquisas citem que os humanos também são afetados pelos hormônios sexuais (hormônios sexuais secretados por mamíferos e insetos), essa ação ainda não chegou a resultados conclusivos.
Sabe-se que os homens têm esses hormônios em maior concentração e que, nas mulheres, as substâncias odoríferas variam conforme o ciclo menstrual.
Na fase ovulatória, a liberação de feromônios é maior, o que, em parte, explica a maior animação para o sexo e o fato de uma maior atração por parte dos homens, que “percebem” o cheiro do tesão no ar.

6 – Não dá para fabricar feromônios

Várias empresas do mercado erótico apresentam em seu portfólio perfumes supostamente à base dessa substância. Puro marketing, pois ainda não se descobriu como fabricá-la.
O que acontece é que, em muitos casos, a composição traz ingredientes mais intensos e de maior durabilidade na pele, como musk ou âmbar, ylang-ylang e patchouli.
Segundo especialistas, não podemos ignorar que o efeito placebo dessas fragrâncias “à base de feromônios” é fruto de um enorme componente psicológico.
Se a pessoa acredita que vai parecer mais sexy ao usar borrifar algumas gotinhas de algo que promete deixá-la mais atraente, é claro que ela se sentirá mais confiante. A percepção alheia sobre isso é apenas resultado da segurança que ela exala.

7 - O amor, cientificamente falando, é uma droga

Trata-se de processo neurobiológico de ampla atividade hormonal. Quando nos apaixonamos, compostos químicos que atuam em nosso cérebro nos fazem pensar 24 horas por dia na pessoa amada.
Seu cheiro tem o mesmo efeito de tóxicos. Isso ocorre porque as moléculas que emanam do crush entram em contato com hormônios olfativos e transmitem informações para o cérebro, como “quero transar agora mesmo” ou “que delícia esse suor”.
Nesse momento, sensações e memórias se fundem. O hipocampo registra a imagem da pessoa e aquele cheiro ficará ligado pelo resto da vida a ela.
Fontes: Carla Geane, palestrante da marca de cosméticos sensuais INTT Cosméticos; Cibele Fabichak, fisiologista e autora do livro “Sexo, Amor, Endorfinas & Bobagens” (Matrix Editora); Renata Ashcar, especialista em perfumaria e autora do “Guia de Perfumes” (HM em Revista); Raquel Cruz, pós-graduada em cosmetologia e química responsável pela empresa Feitiços Aromáticos; Vanieli Silveira, coaching de relacionamento e consultora da marca de cosméticos sensuais Hot Flowers, e Paula Moretto Cardoso, professora do curso de estética e cosmética da Umesp (Universidade Metodista de São Paulo).
Fonte : UOL Estilo

domingo, 23 de abril de 2017

Top Hits Motel

TOP HITS
AO VIVO NO MOTEL



Músicas e frases românticas para você curtir com seu amor

com Didja

Todos os dias das 0:00 hs às 04:00 hs e 13:00 hs às 14:00 hs

visite também a Loja do Motel e nossa página no Facebook